9.10.04

Pois

A noite, o tempo, a vida avançam: nenhum deles se repetirá, não mais esta caótica ordenação musical, esta leve melancolia, esta mistura de álcoois que insistem em terminar, não mais esta filha que dorme cansada, este trajecto que me espera para casa, este amor longe - nada nunca se repete, e nada nunca é verdadeiramente diferente. É disto que as vidas são feitas, e os dias, tal como os pesadelos, os sonhos, a esperança, as desilusões.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.