25.11.04

Cartas

Por vezes penso em fazer um blog epistolar. Cartas fictícias falando de sentimentos verdadeiros, falsos sentimentos (ou verdadeiros) dirigidos a destinatários inexistentes, cartas reais escondidas sob o manto da ficção, - as possibilidades são infinitas, e palpitantes.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.