28.8.05

Diálogos

- Apetece-me mexer em mamas, não sei porquê - dizia-me muitas vezes.

E eu mexia-lhe nelas, claro, porque sempre interpretei aquilo como um apelo.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.