9.1.06

Sonhos - Um bar Sublime

Oiço as Vésperas de Rachmaninov (cf. post anterior) e sonho com um bar onde se pudesse ouvir música desta.

Buñuel dizia que num bar não deve haver música, para se poder conversar sem ser distraído. Talvez o contrário fosse melhor: um bar no qual não se pudesse falar, para se ouvir música sem perturbações menores. Um bar sublime, com vinhos, música, clientes, comida, cocktails sublimes; e com uma capacidade limitada a 20 pessoas, nem uma mais. Vá, 30, às segundas-feiras.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.