5.11.06

Werther ou Don Juan?

No útimo capítulo de De l'Amour Stendhal faz uma pergunta capital: é melhor amar uma mulher como Don Juan ou como Werther?

Stendhal é por Werther (opinão que de resto partilho, mas por razões diferentes - e sem deixar de considerar, como ele, que Werther é um mau exemplo. Suicidar-se devido a amor insatisfeito não me parece um modelo irrepreensível), mas os argumentos pró-D. Juan não deixam de ser interessantes.

"Le caractère de D. Juan requiert un plus grand nombre de ses vertus utiles et estimées dans le monde: l'admirable intrépidité, l'esprit de ressource, la vivacité, le sang-froid, l'esprit amusant, etc.""Le malheur de l'inconstance c'est l'ennui; le malheur de l'amour-passion, c'est le désespoir et la mort". (Se for obrigado a escolher, prefiro o aborrecimento ao desespero e à morte, mas por agora isso não interessa).

O que ressalta da leitura do capítulo é a incomensurável complementaridade de Werther e de D. Juan. É preciso imaginar D. Juan apaixonado, e amar assim.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.