19.8.07

Empreendedorismo

E ainda dizem que nos falta empreendedorismo...

O que diz Sá

Criar uma marca de vinhos e azeites de Lisboa e comercializar as amêijoas e as corvinas que se pescam no Tejo são algumas das «ideias radicais» que José Sá Fernandes está a desenvolver para aumentar as receitas da Câmara de Lisboa. O vereador eleito pelo Bloco de Esquerda diz que «é preciso ter criatividade» para fazer face às despesas do município...
Sol
Quando li, ao meu lado alguém disse logo: «Mas isso é verdade ou é no gozo?». Antes de mais, Sá Fernandes podia ir ver as condições em que são pescadas e apanhadas as espécies de que fala. Talvez fosse óptimo começar por melhorar essas condições - e isso levará outros tantos anos quantos levou a deixar as águas do Tejo naquele estado. Quanto ao vinho e ao azeite, salvo melhor opinião, julgo que chegam a Lisboa (pelo menos à Cidade de Lisboa - e julgo que é dessa que se trata) já engarrafados... Não estou a ver os olivais e as vinhas dentro da Cidade. Não conheço. Mas deve ser lapso meu, devo estar enganado, «prontos».
«Para fazer face às despesas do Município»????? Mas então vamos pôr os Serviços Municipais a cultivar vinho e azeite e a apanhar amêijoa e corvina ali no Estuário??? Que diabo deu às pessoas?


E que tal uma escola de palhaços?

(Via Carmo e Trindade)

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.