12.1.09

Aquecimento global

Confesso que já estou com saudades do aquecimento global. Se ele prometer voltar eu juro que nunca mais troço dele.

Aliás, até nem precisa de ser global: se for local chega.

8 comentários:

  1. Anónimo21:00

    Pois é, meu caro, mas o aquecimento global também arrefece, como muito bem sabe quem tanto gosta de meteorologia...

    ResponderEliminar
  2. Sem dúvida. Mas reconheça, caro ou cara Anónimo que a malta do "aquecimento global" anda bastante calada, estes dias.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo23:34

    O problema, meus caros, não é apenas pensar e falar em aquecimento global, mas antes em mudanças climáticas. Essa é que é a grande questão dos ambientalistas (e não só metereologistas). Porque, além de tudo o mais, o clima afecta as diferentes formas de vida, os ecossistemas e... as pessoas.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo23:36

    Porque, como quase todos os comentadores, não percebem muito do que estão a falar. Quem percebe do que fala raramente sabe ser pedagógico q.b. para ser entendido por quem vai comentar ou aliar-se à causa. Mas não é por isso que o tempo meteorológico deixa de estar em mutação acelerada a caminho não se sabe muito bem de quê, e que se extrema e muda em relação ao que há poucos anos era tido com um dado adquirido quebrado pontualmente por bizarrarias. Mas não queria que esta conversa tomasse um tom apocalíptico; boa noite e conversaremos com certeza mais tarde, sobre assuntos mais agradáveis e menos passíveis de provocar conflitos ideológicos.

    ResponderEliminar
  5. Pois eu, meu caro Luís, choro pela chegada da (5.ª ?) glaciação, que, segundo alguns meteorologistas, já aí luta por conter o dito aquecimento global. Sou como as borboletas e, se a temperatura sobe mais um grau, extingo-me. ;-)

    ResponderEliminar
  6. Felizmente, Luísa, não é amanhã que a temperatura vai subir (nem descer, de resto). São movimentos que existem desde que o clima existe, com ritmos de largas centenas ou milhares de anos.

    Hummm.... Não se chama Matusalém, pois não?

    ResponderEliminar
  7. Caro Anónimo das 22h34,

    essa mudança semântica faz-me pensar na malta de anti-globalização. Quando os meninos se aperceberam que não iam muito longe na opinião pública sendo contra a gloibalização (é como ser contra o sol, ou contra o vento norte) mudaram o nome para alterglobalização (de globalização alternativa). Mas o que está por baixo é a mesma coisa, sem tirar nem pôr.

    ResponderEliminar
  8. Anónimo19:21

    Não houve grande mudança semântica, houve foi dois anónimos diferentes ;)

    ResponderEliminar

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.