2.12.09

Solilóquio

Sr. João, por favor: não volte a dar-me um vinho redondo. Não gosto de vinhos redondos como não gosto de mulheres redondas; mulheres de beber e ir embora. Gosto de mulheres que arranhem, à entrada e à saída; mulheres que deixam um traço, uma cicatriz, um risco. Vinhos, quero dizer.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.