24.10.10

Da arte das omoletes, arrozes e marinheiros

Pode fazer-se omoletes com ovos grandes, ou pequenos; muitos ou poucos; sãos ou menos frescos; brancos ou amarelos. Mas não se pode fazer omoletes sem ovos.

Mas pode fazer-se, por exemplo, um Pato com Laranja. Eu conto: um dia Tabarly foi chamado de urgência para salvar a participação de uma embarcação francesa numa regata (penso, mas não garanto, que era o BOC Challenge). Os resultados estavam péssimos, etc.

O homem (Homem) lá foi. Embarcou na África do Sul e nessa etapa fez um resultado mais do que honorável. Acontece que, infelizmente, a embarcação em questão não tinha sponsor (o que explica parcialmente os resultados), pelo que o dinheiro a bordo escasseava.

Como tinham feito um resultado mais do que honorável resolveram festejar (na Austrália) com um Canard à l'orange. Aqui passo a palavra ao Homem: "Bon, on n'avait pas d'orange, donc on a décidé de faire un Canard à l'orange sans orange; mais on n'avait pas de cannard non plus; alors, étant donné que nous avions choisi d'accompagner le cannard avec du riz, ben, nous avons fait un riz blanc, et nous avons mangé un magnifique cannard à l'orange au riz blanc".

(A transcrição é de memória, não é verbatim).

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.