16.8.11

Auto-coisos

Li há dias, pela primeira vez, a expressão "ciclotontos". Como foi escrita por um tipo que tenho na conta de idiota mais ou menos completo não liguei. Mas hoje, durante o trajecto para Cascais, fui mais uma vez alvo de bocas idiotas, insultos gratuitos, etc. Bem sei que são agora muito menos do que há dois anos - onde antes ouvia, ou via, quatro ou cinco manifestações de imbecilidade agora oiço, ou vejo, uma ou duas.

Mas mesmo assim é chato, ao fim de um certo tempo. Não percebo por que razão um tipo que vai de automóvel se sente na obrigação de gritar debilidades quando passa por um gajo que rola tranquilamente o mais à direita possível da faixa de rodagem.

Por isso hoje ocorreu-me que talvez o idiota tivesse ali qualquer coisa, e que podíamos pegar em ciclotontos e dar-lhe um conteúdo mais correspondente à realidade. Automentecaptos, por exemplo.