1.9.11

Música

Hoje fui ouvir música ao café Tati. Não sou crítico musical; percebo mais de sombras e de luz, de formas e volumes. Mas sei quando a música invade o espaço, e quando o espaço se transforma pouco a pouco em mim, e quando os interstícios todos do meu corpo se enchem de música e quando depois eu sou a música. Deve ser isso, um bom concerto. Um grande momento, uma grande noite.

Deixar a música entrar como água num tecido permeável.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.