23.11.12

Não estão longe

Um gajo vê europeus defender os palestinianos - esses faróis dos direitos humanos, dos direitos dos gays, mulheres e das crianças, da lei e da ordem, da tolerância e da liberdade de expressão, garantes da paz doméstica, defensores do estado social e de tudo aquilo por que a Europa tem lutado - e não pode impedir de lembrar-se que o comunismo e o nazismo nasceram aqui, nesta Europa. E, sobretudo, que não estão longe.