29.1.13

O amor e os tempos verbais

Os tempos verbais do amor confundem-se um bocadinho: às vezes não há passado nem futuro; outras não há presente.