15.2.13

Desescrever

Mais do que escrever é preciso aprender a desescrever. Ou, para os como eu amantes de Baricco, não-escrever.

Aprender a não-viver.