17.3.13

Dias

Os dias têm demasiado espaço; é impossível arrumar neles o que quer que seja. Praia, Internet, dormir, rum punch no Mad Mongoose, ler (leio muito; é a única coisa que faço muito, estes dias)... Faço tudo isto e ainda sobra dia, sobra montes de dia, como se não tivessem princípio nem fim, como se todos fossem um só, como um saco demasiado grande para a parca roupa do homem.