30.5.13

Mutantes

No que toca à morte de Deus Nietzsche enganou-se de várias formas, infelizmente. Deus está vivinho da costa e fresco como uma sardinha; e quem deixou de acreditar nele transferiu a crença para outras entidades - um partido político, um clube de futebol, a igualdade, a escolha é vasta.

Talvez a necessidade de fé esteja, como alguém recentemente afirmou, inscrita no nosso código genético. E as pessoas incapazes de se filiarem em clubes, partidos, grupos ou o que quer que seja, cépticos por natureza, independentes, agregários sejam mutantes.