21.10.13

Abismos, redundâncias

Devemos aprender a usar Amo-te com cuidado: por vezes é redundante, outras assustador. Entre as duas há um breve abismo para o qual pode ser útil; ou, mais raramente, necessário.