3.12.13

Diário de Bordos - Sitges, Catalunha, Espanha, 03-12-2013 - II

O café La Granja de Sitges fica na Calle Mayor e tem a melhor tortilla de patatas que jamais comi (incluo as que P. nos fazia a caminho de Palma e fica ex aequo com a que comi em Antigua, feita pela chef de um super-iate cuja tripulação levei um dia a Nonsuch Bay).

Sitges tem montes de sítios assim, faz-me pensar em Brighton cada minuto que aqui estou. Graças a deus vou-me embora amanhã. Não por estar farto de terra, mas por precisar de mar.

Não gostaria de viver na Catalunha. Suporto mal o independentismo. Hoje vi na montra de uma sapataria umas sapatilhas cuja marca era Catalunya Freedom. Por mais que faça não consigo ver sombra de falta de liberdade na Catalunha.

........
A temperatura subiu bastante, e creio que vai manter-se assim nos próximos dias. Até Gibraltar vamos ter pouco vento, se as previsões se confirmarem. Mas ao menos não fará o frio que tivemos até ontem, paralisante.

........
No painel de anúncios do café um senhor chamado Padhi anuncia aulas de Ecologia Emocional. Emoções, música e voz. Deve saber do que fala, porque é pedagogo musical e Máster en Ecologia Emocional.

O campo de destroços em que a minha paisagem emocional se transformou aprova incondicionalmente, e lamenta não poder inscrever-se já num curso.