19.5.14

Fim-de-semana no campo

Tem sido um fim-de-semana violentíssimo.

Ontem, por exemplo, tive de me levantar do sofá a cada hora ou hora e meia para beber um bocadinho de vinho, ler uma página do Vian, ir ao frigorífico petiscar e deitar-me outra vez. Isto a tarde toda, um exercício inenarrável, esgotante tanto física como psiquicamente. Tão exausto fiquei que hoje não consegui levantar-me antes das onze da manhã (se bem não conseguir talvez não seja a expressão adequada, porque na verddade não tentei).

Tenho de ficar mais um dia, para ver se recupero.