26.12.14

Fantasmas

Se alguém me perguntasse o que fiz hoje não saberia dizer. "Não parar" é vago como descrição.

Dias como fantasmas: não se vêem, mas sentem-se.