16.3.15

Um letra, muitas estrelas

Não sei de onde nasceu a ideia dos hostels. Antigamente havia os Albergues de Juventude e um dia alguém se lembrou de actualizar a coisa, mas não sei nada do processo que transformou estes naqueles.

Mas gostaria de saudar o gajo, ou a pessoa, no caso de ser uma senhora, que teve a ideia. Pega-se num quarto básico, muito básico, numa propriedade igualmente básica - admitidamente, a mais das vezes, bem situada. Como fazer dinheiro com isto investindo o menos possível? Há muitas. A mais genial, a meu ver consiste em comprar meia dúzia de beliches baratos, roupa de cama ainda mais barata, pratos e coisas de cozinha em segunda mão e fazer um hostel.

Num segundo um quarto com seis beliches (doze pessoas) vende-se ao dobro do preço de um outro com o triplo da área e o décuplo do investimento. Tudo por causa de uma letra e muitas estrelas a menos.