20.7.15

Pára, vida

Tu não me ouves. Tu não me ligas nenhuma. Eu falo-te e é como se tivesse calado, eu grito e parece que sou mudo. "Pára, porra! Pára enquanto é tempo. Isto vai acabar mal. A felicidade é uma longa descida em bicicleta com um embondeiro no fim. Ou uma sequóia. (Um túmulo. Mas isso há no fim de todas as descidas, subidas e trajectos planos. On s'en fout). Pára, vida. Isto vai-nos custar caro, porra!"


Para a AMS, por culpa de quem escrevi isto. (Com um pedido de desculpa, claro).