20.10.15

Mais uma

O porta-aviões continua a sua rota, imponente, altaneiro, orgulhoso, resistente. A cada vaga vai um bocadinho abaixo, mas pouco. Vem aí mais uma.

Vemo-nos amanhã de manhã, Mãe. Tu és maior do que esse rio que te espera e nunca lá caberás toda.