12.10.15

Objecção aos banqueiros, pessoas cautelosas e outros sábios

Pensam que o passado ajuda a prever o futuro. Não ajuda. Quando muito, a explicá-lo - quando deixa de ser futuro.