4.12.15

Amores rafeiros

As paixões desvanecem-se a uma velocidade directamente proporcional à sua intensidade.

Já o amor é diferente: tenho um que dura há cinquenta e oito anos com uma rameira chamada vida e apesar de alguns altos e muitos muito baixos continua intacto.