14.6.16

Perenidade

Há um aspecto chato na felicidade: um gajo feliz está sempre à espera de que aquilo acabe; ou de ter de o pagar muito caro, um dia.

Um gajo infeliz sabe que nunca deixará de o ser.