15.8.16

Saber a pouco

Devíamos, eu sei, entrar pela noite dentro como dois corpos que se procuram e encontram, duas quedas de água que se revoltam contra a gravidade. Nada disso: limitamo-nos a saber-nos.

Sabe a pouco. Sabemos a pouco.