20.5.17

Diário de Bordos - La Línea, Andaluzia, Espanha, 20-05-2017

Duas mudanças importantes, a reter absolutamente, na vida económica, social e cultural de La Línea: o talho Pepe perdeu o seu empregado marroquino ("A coisa está difícil", explica-me Pepe, ele-mesmo. "Tive de o despedir. Demasiados impostos") Continua porém com os mesmos produtos, assegura-me. Os cominhos que lhe comprei parecem confirmar este último conforto.

E o café que estava ao lado, uma casa decente de e para aficionados fechou.

Refugiei-me portanto no Carzola, cujas ovas cozidas estavam muito boas e só tem o defeito da maldita televisão.

........
"EN AGUAS COSTERAS DE ALMERIA, GRANADA E ISLA DE ALBORAN, ESTE Y NORDESTE FUERZA 7 Y OLAS DE 2 A 3 METROS DESDE EL FINAL DE LA MADRUGADA DEL DOMINGO."

Isto é aquilo a que se chama Eufemismo. Significa: Foda-se! (Em espanhol: ¡Joder, tío!; em inglês: Fuck!; em francês: Merde! Em holandês: Godverdomme!) Gosto particularmente da expressão holandesa. Pode repetir-se as primeiras sílabas várias vezes. O g pronuncia-se r: ródfa, ródfa, ródfa, ródfa e depois acabar-se como um longo silvo de alívio: fardoma. Ródfaaaaaaardoma!

........
O senhor da Cazorla não é a simpatia em pessoa, o que contrasta fortemente com os restantes empregados de café que tenho visto aqui. De vez em quando consigo arrancar-lhe um sorriso. Uma dessas vezes não ocorreu agora: pedi-lhe para baixar o som da televisão.