17.7.17

Diário de Bordos - Ciudadela, Menorca, Baleares, Espanha, 17-07-2017

Já me tinha esquecido de como era bom. Ouvir música de merda todo o dia, ter que lidar com o ar condicionado que não funciona e a necessidade absoluta e imperiosa de uma toalha de praia além da outra, lidar com os arrufos da tripulação, ter de parar em tudo quanto é sítio bonito, poder ir devagar, comer sublimemente, dormir num camarote de merda, ter uma casa de banho na qual mal caibo e mal caberei enquanto não perder quarenta quilos, ser pago menos do que uma mulher a dias, trabalhar o dobro e ter cinquenta vezes mais responsabilidades, ser feliz.

Ser feliz.