14.11.17

À bicyclette

Vim de bicicleta de Belém ao Parque das Nações. É um passeio bonito. Já não o fazia há algum tempo. De carro é chato, parece que nunca mais acaba. De bicicleta está sempre a começar. A cada pedalada o cenário muda: Belém,  Alcântara, a chatice do Cais do Sodré, o Cais das Colunas, Sta. Apolónia, o porto todo desde aí até ao Parque: Marvila, Beato, Xabregas (não sei se a ordem está correcta). Lembrei-me daquele argumento da APL para fazer a aberração do terminal de contentores em Alcântara : "Lisboa precisa de um porto".  Temos quilómetros de porto, graças a Deus.

Viemos a pedalar o caminho todo, o N. e eu, nem muito depressa nem muito devagar. É um passeio fácil, plano, bom neste dia tão bonito, cálido, morno, antecâmara de outros dias iguais ou melhores..