3.11.17

Mau poder

As pessoas que escrevem mal tem direito a emitir opiniões negativas sobre quem canta ou lê mal. Amigo não empata amigo. O rapaz da guitarra não é bem só mau. É pior. Tenho pena dele, pena do esforço perdido, dilapidado. O senhor que leu era mau, mas menos mau. Era só mau. Não o suficiente para me fazer ter pena dele.

Que raio de noite. Agora tenho de esperar que o concerto acabe para recuperar a burra, espera essa que me forçou mais um copo copo vinho tinto pela goela abaixo. Goela essa que estava fechada e bem fechada.

Não se deve subestimar o poder da má música nem o da boa poesia mal lida.

Adenda: para cerejar o por assim dizer ramalhete vejo que o Gonçalo Marques tocou no Tati. Os franceses chamam a isto "perdre sur tous les tableaux".

Enganam-se: conheci uma miúda gira (há amigos assim, têm namoradas giras). Podia ser pior: imaginem que a miúda era uma chata, por exemplo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.