28.3.18

Magma

A ideia geral é a de uma rede, um filtro com malhas muito largas através da qual passam personalidades.

Não sabemos de onde vêm, de onde caem. Sabemos que caem, simplesmente, porque a tudo isto subjaz a ideia de culpa, falta, inferno.

Tão pouco sabemos quais os critérios de filtragem. O que é que a rede retém?
O que deixa passar?

Estamos porém no campo do divino, vaga e englobante forma que uma rede não chega para definir. As personalidades caem e nós não sabemos porquê. Não sabemos sequer se vêm com corpos. Sabemos que a rede está lá e todos os dias é lavada, limpa do magma do dia.