26.6.18

Insónia

Não se pode fazer seja o que for durante uma insónia porque se se fizer deixa de ser uma insónia. Experimentem - sei lá, ler, por exemplo; escrever; conversar com alguém no Facebook ou no WhatsApp: a insónia não aceita concorrência. À primeira frase lida, escrita, conversada o sono reaparece. É uma armadilha: felizes da vida apagamos a luz e ei-la, serena e sorridente. O sono recua como uma vaga que acaba de rebentar na praia, a insónia pisca-nos o olho e instala-se confortavelmente em nós. Veio para ficar, sózinha.