17.2.19

Universos

Sou tão imperfeito, não sou? Todos os dias acordo e me arrepenho com tanta insuficiência que vejo em mim, tanto defeito.

Só me espanta é como ainda consigo, ao fim destes anos todos, descobrir asneiras novas por fazer. O Universo deve ser um catálogo ilimitado de disparates.

Pelo menos o meu.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.