23.6.19

O meu dia e eu

Que fazer de um dia durante o qual nada se fez, excepto duas ou três coisas? Falamos das excepções com prazer ou com desgosto? Não dizemos nada? Antes isso.

Gosto de dias assim: passam por nós e nós por eles e nada se passa, como quando dois estranhos se cruzam nas escadas rolantes e trocam um olhar. Nunca mais se lembrarão um do outro.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.