21.6.04

Um jantar improvisado

Migas de batata com pimentos,
Moira da Guarda cozida,
Cebola nova frita.

Bom e leve. As gorduras de que o meu corpo tão desesperadamente necessita para se manter gordo foram azeite ("a melhor cozinheira é a azeiteira", diz a sabedoria popular. Acho que é verdade para o sexo masculino igualmente) e a gordura do enchido.

Os pimentos foram assados antes de misturados nas batatas - as quais se cozeram na água de cozer a moira, e levaram uma pitada de paprika, como única especiaria.

Acompanhou com "Magic and Loss", do Lou Reed, um disco que também gosto de ouvir quando tudo está mal, ou nada está bem, ou quase nada está bem, ou quase tudo está mal - e com um vinho demasiado medíocre para ser mencionado.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.