19.6.04

Vida Urbana II

É cada vez mais difícil andar a pé em Lisboa, pelo menos se o desejarmos fazer nos sítios para isso indicados, os passeios - o que é conveniente: ontem ia sendo atropelado por um idiota que, numa rua estreita na qual eu era obrigado a estar por não poder andar no passeio, decidiu que não tinha que travar - afinal, era eu que ia no espaço dele.

Pergunto a mim mesmo se Santana Lopes - ou melhor, o Governo - ganhariam ou não votos se disciplinassem o estacionamento dos automóveis. Por um lado perderiam, é certo, o voto dos automobilistas. Talvez não de todos - alguns há-de haver que são contra este status quo de indisciplina; por outro, ganhariam o dos peões, que são obrigados a verdadeiras gincanas e malabarismos pelos automóveis indevidamente estacionados.

No final talvez o cômputo lhes fosse favorável - tal como seria ao Governo se fizesse as reformas que inicia e deixa a meio, mas isso é outra história, e outro debate.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.