28.12.07

Má fé e bons sentimentos

Não é com bons sentimentos que se faz literatura, ou uma carreira no jornalismo. Mas há limites à má-fé, à desonestidade intelectual, à falta de bom senso: "Le champion des droits de l'homme et le libérateur des otages célèbres ou l'ami complaisant de Bush, Hu Jintao, Poutine, Chavez, Kadhafi (série en cours)". Comparar Sarkozi e Bush a Chavez - este ficaria decerto contente, se soubesse ler (francês, quero dizer) - a Kadhafi e aos outros é realmente inexcedível, vindo de um dos responsáveis de um dos mais importantes media franceses.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.