21.1.09

Afrodisíacos

Já por aqui o tenho dito muitas vezes: o mais potente dos afrodisíacos é um cérebro bonito, eficaz, rico. Não percebo porque é que esta simples e humilde verdade não deixa de me surpreender, cada vez que sou confrontado com ela.

5 comentários:

  1. trevoemar13:19

    :), e lá corei mais um pouco (pressunção e água benta cada uma toma a que quer...)

    ResponderEliminar
  2. Se calhar, Luís, não é tanto o poder afrodisíaco de um cérebro bonito, eficaz e rico que o surpreende, como a existência de semelhante tipo de cérebros. ;-)

    ResponderEliminar
  3. Credo, Luísa, e eu que pensava ser pessimista!

    ResponderEliminar
  4. Anónimo19:51

    pois esses cérebros geralmente dão muito trabalho, luisa e os homens portugueses são preguiçosos

    ResponderEliminar
  5. Tem razão, cara (quase aposto) Anónimo das 18h51. Os homens portugueses são uns preguiçosos inqualificáveis. Felizmente temos as mulheres portuguesas, essas doces, simples e laboriosas misturas de maternidade, sensualidade e dedicado esforço para compensar tão atroz falta de qualidades.

    ResponderEliminar

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.