17.1.09

As garças, e os quizzes do dia

Hoje no Vida dos meus Dias há mais uma fotografia de uma garça, uma ave (e uma palavra) de que gosto particularmente.
E um quizz. Tal como a Ana, há muito tempo que não fazia um quizz. Este é muito bom, porque é curto (5 perguntas) e extremamente fiável, credível, exacto:

You Are Iron
You are strong and dominant. You are used to getting your way.
You are often at conflict with your primal urges, but you don't let on to this inner turmoil.

You are also very agile and flexible. Once you change course, you commit to it.
You are a person who is more substance than style. You prefer to let your actions speak for you.

11 comentários:

  1. Já fiz (o link não está bem, Luis...)

    Deu-me copper (das três vezes: porque tinha dúvidas em duas respostas...)
    «You are provocative and challenging. You help people realize who they really are.
    You live a very balanced life. You always take time for love and art.
    You are both a powerful and generous person. You always have time to give back.
    People find you to be incredibly ethical and loyal.»

    :-)

    ResponderEliminar
  2. Já está corrigido, Fugidia. Obrigado.

    Belo retrato o seu...

    ResponderEliminar
  3. "Obrigada", Ana? Por, ou de quê? Sou eu que lhe digo "Obrigado": um teste que faz de mim um Iron Man suscita gratidão imperecível, imorredoira. E uma graça.

    ResponderEliminar
  4. Sou prata, Luís – não saio disto! – e tenho as seguintes características:
    «You are a flexible person. Being open to opportunities in life has served you well.
    You are very polished and sophisticated. You're probably in a higher class than you were born into. (Ver, a este respeito, nota final)
    You are naturally popular and quite influential. You are a bit of a trend starter among people you know.
    And while you are well liked, you don't let it go to your head. You remain contemplative and wise.»
    Nota final: são tudo falsidades, Luís! E essa de ser uma «deslumbrada social» deixa-me muito magoada. ;-D

    ResponderEliminar
  5. Estes testes são feitos de uma maneira estranha, Luísa: uma bateria de (normalmente jovens) psicólogos pede a centenas ou milhares de sujeitos para se descrever. Em seguida, fazem-lhes as perguntas mais disparatadas: "Gosta de chocolate?", "Qual é a sua ideia de uma noite romântica?", "Prefere pimentos amarelos ou pimentos vermelhos?"

    A maioria das pessoas que responde "sim" à pergunta do chocolate respondeu, por exemplo, que prefere pimentos vermelhos - se só gostar de pimentos verdes pior para ele, não se pode pensar em tudo -, que a sua ideia de noite romântica é ir para o Centro Comercial da Reboleira de Cima com a namorada, o seu planeta favorito é Urano, é amante de arte e praticante de rappel invertido.

    Depois é questão de fazer o match entre as perguntas estapafúrdias e as respostas do grupo de sujeitos (ou grupos).

    Normalmente os resultados não são totalmente falsos (a extrapolação é um método de raciciocínio válido) nem totalmente verdadeiros (todos temos as nossas idiossincracias, e os interrogadores não se alargam muito no leque de escolhas por razões não só - mas também - orçamentais).

    No seu caso, devo dizer que reconheço na descrição aquilo que dos posts e dos comentários transparece.

    Quanto à mobilidade social, não se esqueça que os testes são americanos e que "estar numa classe social mais elevada do que aquela na qual nasceu" é um elogio (aliás estes testes raramente tratam dos aspectos negativos da personalidade, porque senão ninguém os faria).

    Devo dizer-lhe que partilho essa opinião - e que a mobilidade social ascendente não é a mesma coisa que "deslumbramento social" esse sim, criticável - quer quando toma a forma da inveja, quer quando se veste de ambição malsã.

    ResponderEliminar
  6. Luís, eu estava a brincar. Acho graça a estes testes, porque tenho sempre curiosidade em ver o que me calha. A «prata» pareceu-me uma inevitabilidade: primeiro, porque nunca consigo alcançar o ouro; segundo, porque as ciências exactas que são as astrologias e suas variantes – designadamente as que nos descrevem por associação a uma cor, um animal, uma bebida e um milhão de outras coisas - ligam-me invariavelmente à lua, ao branco, à prata e a tudo o que é pálido. Eu acho que nem era assim, mas estou a ficar. Quanto todos os elementos se conjugam para nos (con)vencer… ;-)

    ResponderEliminar
  7. Fui repescar os quizzes todos que fiz nestes cinco anos de Don Vivo. São giros. Reconheço-me na maioria deles: são feitos para que todos se reconheçam, de uma forma ou outra.

    Mas fiquei com pena. O site que fazia os melhores tests, o Tickle, já não existe.

    Ora bolas!

    Quanto à associação da Luísa com a Lua, compreendo-a inteiramente: não é por acaso que gosto tanto da lua...

    ResponderEliminar
  8. "People find you to be incredibly ethical and loyal. " more than i really want to i might add .. :)

    coisa engraçada esta Caro Luís.

    ResponderEliminar
  9. Welcome to the club, cara Once.

    ResponderEliminar
  10. Parece que sou Cobre também (já descrito pela Fugi). Não me fica muito bem dizer que me reconheço no retrato, mas não posso dizer que não gostei...
    (em boa verdade, a cidade em que gostaria de viver seria sempre em Itália, mas não é uma opção do quizz)
    :-)

    ResponderEliminar

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.