7.1.09

Uma pergunta mais ou menos óbvia

1 comentário:

  1. A proporcionalidade da resposta israelita não se pode medir apenas pela qualidade dos meios utilizados pela outra parte. Tem de considerar também a circunstância de responder a uma agressão continuada e reincidente. Há problemas que exigem soluções de que fique «exemplo e memória», precisamente para que se quebre, de vez, a «continuidade». Isto sem prejuízo do muito que lastimo a situação de quantos não foram, no caso, nem ouvidos, nem achados.

    ResponderEliminar

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.