1.7.11

O dizer e os factos

Quando há uma contradição entre o que uma pessoa diz e o que faz, eu - e suponho que toda a gente (menos comunistas, socialistas, IURDistas e outros crentes) - tendo a dar mais importância ao que faz.

Por exemplo, se um Estado me diz que acha a educação muito importante, mas paga mais a um revisor da CP do que a um médico (e provavelmente a um professor) eu sou levado a crer que as coisas talvez não sejam bem como esse Estado diz.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.