25.8.13

Jantar improvisado - Carne de vaca à bruta

Que o jantar de ontem ia merecer honras de post foi coisa que nunca me passou pela cabeça. Estava naqueles dias; mais propenso a mistela do que a boas surpresas. As quantidades são as mesmas para todos os ingredientes: muito. Muito mesmo. Daí o nome.

Comecei por refogar uma cebola grande e um bom bocado de gengibre, muito alecrim - uma embalagem quase cheia - e a carne (a qual ainda estava congelada, mas isto não se pode dizer a ninguém). Para ajudar ao descongelamento pus uma boa porção de rum e flambeei. Repeti isto duas vezes, e como a carne nem assim descongelou fui para o poço fumar um cigarro. Quando voltei pus orégãos, curcuma e pimenta de Cayenne. Um bocadinho de sal (deve ter sido o único ingrediente que foi para o tacho comedidamente), cobri com água e - milagre - uma hora depois estava delicioso. A mistura de gengibre, rum e alecrim faz milagres em corações destroçados, palatos exigentes, corpos com fome e outras bestas que por aí pululam, escondidas nas voltas do mar e nas esquinas das vidas.