17.1.14

Diário de Bordos - Le Marin, Martinique, Antilhas Francesas, 17-01-2014

Os estais e os mastros cortam a luz como espadas. O fundo é verde e montanhoso. O vento traz calor e refresca. O rum dilui-se em mim e dilui-me no mundo. Aos meus pés, por entre as frinchas do soalho a água brilha e recorda-me que há uma vida onde menos se espera.

Tenho de me levantar e ir aos correios: dez minutos e uma vida.