22.1.14

Diário de Bordos - Red Frog Marina, Bocas del Toro, Panamá, 21-01-2014

A vida em Bocas del Toro - em Red Frog Marina, para ser mais preciso - recomeçou como se não tivesse nunca de cá saído. Chego a ficar espantado quando me dizem Good to see you back. Regresso de um jantar no Palmar, hamburgers bons e baratos num quadro simpático; e penso que se neste país não chovesse tanto quase se poderia viver. Quase, claro: se não chovesse tanto não seria tão  bonito.

Enfim, ao que parece a estação das chuvas acaba em breve; acredito pouco, mas acredito um bocadinho: preciso de dormir.

........
Têm sido dias de trabalho intenso. Ainda mal refeito da travessia com um doente tenho de tratar de três barcos (devia; de momento só me ocupo do H.S.). Hoje foi dia de discussão de planos com A., o actual e excelente skipper do bote. À tarde fomos distribuir brochuras pelos resorts da região. Não foi um sucesso: dos que visitámos só um estava aberto. Mas aproveitámos o passeio pelo meio das ilhotas de mangal, paisagem que vi no outro dia pela primeira vez do ar.

Vistas do mar as ilhas são irregulares, claro; o mangal parece caótico. Mas de cima a vista é completamente diferente: as ilhas parecem cortadas com uma máquina, de tal forma são regulares, como aquelas peças decorativas que se põem nos bolos de aniversário com formas de coração ou de outra coisa qualquer.

Basta esperar que páre de chover...

.......
Desta vez os sapatos Foreva decepcionaram-me. Sinto-me traído: finalmente tinho razões concretas, palpáveis para suportar o meu incerto e hesitante patriotismo; mas ao fim de dois meses (admitidamente de bastante uso) tive de os colar. E agora estão a descolar-se de novo. Se fosse rapaz de má-fé garantiria a quantidade de cola e a qualidade da colagem. Não sou, não garanto. Mas que é frustrante é. Onde comprar sapatos em Bocas del Toro? De que marca? Haverá sapatos Foreva (não sou pessoa de desistir à primeira)? Não acredito. Haver sapatos já é uma sorte; e nenhum deve ter sido feito a mais de poucos quilómetros do centro da província mais recuada e recôndita da China.

Socorro! Será que os responsáveis do marketing da marca Foreva lêem blogs? Terão brio profissional e recomeçarão a fazer colar e coser convenientemente os seus sapatos? Voltarei um dia, quando tiver de novo oportunidade de comprar uns sapatos dessa até agora excelente marca, a cantar-lhe laudas?

E se não, alguém me pode indicar uma marca com preços semelhantes e da mesma qualidade (dos primeiros, claro. Não destes)? - Se possível com representação em Bocas del Toro, província homónima, Panamá, América Central.

........
Cada vez me engano menos sobre as pessoas; e cada vez me engano mais quando me engano.

........
Amanhã espera-me outro dia ocupado. Fui escolhido por uma profissão que tem todas as vantagens - é bela, apaixonante, interessante, divertida - e mais uma: desconhece totalmente a monotonia. Ao contrário do que muita gente pensa.

Se bem esteja morto de vontade de voltar para o mar.