23.3.14

Pôr-do-sol, Hopper

Um pôr-do-solo hopperiano. Em câmara lenta. As duas luzes da estação de combustível, brancas e potentes, de néon fazem contraponto ao alaranjado do céu. Agora percebo porque gosto tanto destes fins de dia. Hopper é o meu pintor favorito. E a câmara lenta a minha imagem.