14.6.14

Frango para ti

A noite é de sardinhada, mas como há alguns não-apreciadores fiz um frango também. Ainda não está pronto, mas tudo indica que vai ficar comestível.

Comecei refogar em azeite e óleo de palma cebola, chouriço mouro e meia-dúzia de alhos pequenos en chemise. Na frigideira do lado fritei o frango numa mistura semelhante de azeite e óleo de palma, isto é um frango tou aqui tou ali.

Quando o frango estava quase frito flambeei-o em brandy e pu-lo na panela, por sinal de barro, onde o chouriço, a cebola já transparente e alho quase nu o esperavam.

Um pouco de vinho tinto e água para cobrir; um splash de vinagre balsâmico; deixei cozer. Depois juntei grelos, um bom meio molho; e batatas cortadas em metades.

Tudo aquilo coze na paz do senhor, ou da senhora, ou na tua, se é que a encontraste.


Especiarias: paprika, rosmaninho, orégãos, noz moscada (por ordem decrescente de quantidade).