15.7.14

Recôndito

Dóis-me quando te leio e não te leio,
Quando te escrevo e não escrevo,
Quando te lembro e esqueço.

Dóis-me quando estás
E quando não estás.

Só não dói saber-te reconciliada.

E mesmo assim dóis-me.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.