22.11.14

Diário de Bordos - Galveston, Texas, Estados Unidos, 22-11-2014

De repente o Stuttgarden Tavern On The Strand parece uma de duas coisas: ou um café de Metro ou uma esplanada em Paris.

Opto por esta última. A salsicha (pronuncia-se chalchicha) estava decente, o vinho custa quatro dólares o dedal - metade do que custa nos outros sítios (ou custaria, se eu bebesse) - a oito metros de mim está uma bicicleta feita de titânio e carbono - uma mistura etérea, no que diz respeito a bicicletas - a música ao vivo parou e Sócrates foi preso.

Nem a minha sweat shirt branca de Napa Valley Marina cheia de nódoas me entristece. Amanhã a roupa estará lavada e Sócrates solto. Mas hoje Sócrates está preso, e isso vale um milhão de nódoas por milímetro quadrado numa camisa de que tanto gosto.

Andar numa bicicleta de dois ou três quilos também é muito bom. Quase tão bom.

Mantenhamos a calma. Sócrates foi preso. Um dedal de vinho a quatro dólares é de borla. O TL - uma das formas da beleza - tem um comprador potencial.

A felicidade, aprendemos com o tempo  é feita de pequenas pinceladas de sonho na grande tela da realidade. Abençoadas sejam a felicidade e a realidade.

........
Hoje é sexta-feira e há barulho em Galveston. Infelizmente não o oiço.

Estou demasiado ocupado a pensar quão boa é a vida quando flui como um grande rio tranquilo. Qualquer que seja a quantidade de nódoas na camisa comprada numa marina que de manhã cheirava a caca de vaca e à tarde parecia uma colónia de extra-terrestres que se enganaram de planeta.

........
Amar por amar mais vale amar a vida, mesmo quando ela não sabe bem o que fazer connosco.

Nós sabemos o que fazer dela.