11.1.15

Diário de Bordos - Cole Bay, St. Maarten, Antilhas Holandesas, 10-01-2015

Poderia começar por dizer "O chuveiro da Little Crew House é comparativamente sujo", mas a frase teria um defeito: abre portas, não as fecha. Comparado a quê? Não sei. A milhares de chuveiros por onde tenho passado, por exemplo. Mas está longe de ser o mais sujo. A uma ideia platónica de chuveiro ideal. Não gosto de Platão, nunca gostei. Não vivemos uma caverna, por metafórica que seja. Ao chuveiro da mamã. À cozinha da Little Crew House.

Talvez. Não sei qual é mais sujo: se o chuveiro se a cozinha.

........
Deixei três dólares debaixo da garrafa de bourbon do G. Hoje disse-me que não estavam lá. Má sorte, mate.

Não deixo outros.

.......
Ontem a carcaça riu-se quando saiu do pique de ré do C. Hoje chorou: passei o dia a fazer ioga, outra vez. Não sabia que a cavalariça era tão flexível. Enfim, não sei se é. Sei que passa os dias em lugares onde a priori parece não haver espaço para ela e para o trabalho que a levou lá.

Mas acaba sempre por caber; e fazer. É uma cavalariça decente. Provavelmente boa de mais para o cavalo que acolhe.

.......
Muita conversa e pouco mar. Devia ser ao contrário.